MENU

O que é a Síndrome do coração partido?

A cardiomiopatia de Takotsubo atinge pessoas após situações de emoção e estresse intensos

às 12h35
Compartilhe:

Você já deve ter ouvido a expressão “coração partido” para se referir a uma pessoa que tenha perdido alguém querido ou tenha terminado um relacionamento recentemente. A metáfora é muito famosa e representa a dor psicológica sofrida. O coração quebrado remete à tristeza e sofrimento. Entretanto, você sabia que essa dor psicológica, relacionada com o coração partido, também pode se tornar uma dor física?

A síndrome do coração partido é representada no filme “Ainda estou aqui” (2022), quando a protagonista Tessa sofre um acidente de carro juntamente com seu namorado, Skylar, que acaba morrendo e deixa a jovem, literalmente, com o coração partido. Também conhecida como cardiomiopatia de Takotsubo, essa síndrome é conhecida por atingir pessoas após situações de muita emoção e estresse emocional ou físico (como a perda de alguém importante, acidentes automobilísticos, rompimentos de relacionamentos e outros). O que acontece é uma disfunção no funcionamento do músculo cardíaco, no ventrículo esquerdo, de maneira súbita – as artérias que irrigam o coração, temporariamente, são estreitadas.

Os sintomas apresentados são parecidos com o de um infarto como o aperto no peito, dificuldades para respirar, cansaço excessivo, tonturas, perda de apetite ou dores no estômago. Além disso, os pacientes também podem apresentar quadros de insônia, vômitos, perda da autoestima e pensamentos negativos, raiva, tristeza profunda e, até mesmo, depressão. O tratamento é indicado pelo cardiologista de acordo com a gravidade de cada quadro e pode incluir medicamentos que normalizam o funcionamento do coração e diuréticos.

Compartilhe: