MENU

Conheça as principais especialidades da Odontologia

Na saúde bucal começa a saúde ou a doença de todo o corpo; por isso, a Odontologia divide-se em várias especialidades que se complementam

às 21h35
A restauração e o tratamento de dentes, gengivas e a estrutura bucal estão entre as várias especialidades da odontologia (Unsplash)
A restauração e o tratamento de dentes, gengivas e a estrutura bucal estão entre as várias especialidades da odontologia (Unsplash)
Compartilhe:

Quando procuramos por um dentista, nem sempre nos damos conta das inúmeras especialidades que fazem parte da Odontologia. A seguir listamos as principais delas. 

Dentística – É a especialidade que cuida da estética, estrutura e função dos dentes. Atua tanto na cosmética quanto na restauração dental, se preocupando em preservar e devolver a integridade dos dentes, fazendo o possível para um resultado estético satisfatório.

Realiza procedimentos odontológicos para reparar um dente danificado ou para remover as manchas que escurecem os dentes. São eles: remoção de cáries, clareamento dental, restaurações em resina, restaurações em cerâmicas (como as coroas dentais), lentes de contato e facetas.

A dentística também faz diagnósticos e restaura os dentes com lesões em fase inicial, prevenindo tratamentos mais complexos como extrações, tratamento de canal e colocações de próteses. É responsável por encaminhar o paciente para outras especialidades quando necessário. 

Odontopediatria – Vai cuidar e acompanhar o crescimento e a formação dentária da pediatria, a partir dos bebês, e também da hebiatria, que abrange adolescentes até os 18 anos. Pode atender ainda a gestante em seu pré-natal odontológico e o neonato em seus primeiros dias de vida. O especialista possui conhecimentos odontológicos de cirurgião-dentista, adquiridos da escolha pela odontopediatria

Realiza procedimentos cirúrgicos, endodônticos, restauradores, ortopédicos e preventivos, sendo chamada de especialidade “integrada”. Realiza diagnóstico por meio da anamnese (perguntas feitas sobre a saúde do paciente na primeira sessão) detalhada, informações comportamentais, histórico familiar e exames complementares como radiografias ou tomografias, quando necessário. 

A visita de rotina preventiva geralmente será para a limpeza dos dentes ou tratar algum incômodo do paciente e prevenção das cáries, cuja formação é muito comum na infância

Ortodontia – Corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares quando posicionados de forma inadequada. O especialista neste campo é chamado de ortodontista e eles precisam fazer um curso de especialização, além dos cinco anos do curso regular. O tratamento vai reposicionar os dentes tortos ou que não se encaixam corretamente, e que por isso são difíceis de serem mantidos limpos, podendo ser perdidos precocemente devido à deterioração e à doença periodontal. 

Esses dentes tortos ou fora do lugar correto, além de prejudicar a aparência, também causam estresse aos músculos de mastigação, o que pode ocasionar dores de cabeça, síndrome da ATM e dores na região do pescoço, dos ombros e das costas. 

Endodontia – Esta especialidade realiza o diagnóstico, tratamento e prevenção das doenças que atingem a parte interna do dente, ou seja, a polpa, a raiz e os tecidos periapicais, que envolvem a raiz. A endodontia não é apenas o tratamento de canal, sendo fundamental para a saúde da boca e para o sucesso dos tratamentos de reabilitação oral. 

A intervenção do endodontista é necessária para prevenir a ocorrência de infecções graves e evitar a necrose completa, o que pode levar à perda do dente. O tratamento é recomendado em casos de cáries profundas, dentes quebrados ou trincados, traumas, dor aguda ou sensibilidade a alimentos, quando o profissional realiza exames de radiografia, clínico e anamnese. 

Nestes casos, bactérias contaminam a polpa e a raiz, causando infecção e, em casos graves, há a necessidade de tratar o canal. Entre outras complicações, a endodontia pode evitar a ocorrência de quadros sistêmicos de infecção, que surgem quando as bactérias presentes na cavidade bucal chegam à corrente sanguínea. 

Periodontia – A doença periodontal envolve tudo que fica ao redor dos dentes: gengivas, osso e ligamento periodontal. Está entre os principais problemas bucais do Brasil. As  causas são o acúmulo de placa bacteriana que, quando atinge apenas as gengivas, é chamada de gengivite. Quando atinge o osso que sustenta os dentes chama-se periodontite. 

O tratamento é feito com raspagem periodontal ou limpeza. A gengivite é sempre reversível, sem deixar sequelas, já a periodontite pode ocasionar perda óssea, retrações e outros defeitos posteriores, prejudicando a estética e podendo chegar a perda dental. O especialista na área também trata  problemas estéticos da gengiva, fazendo cirurgias pré-protéticas. A Medicina Periodontal faz a ligação dos problemas bucais com problemas do resto do corpo. 

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: