MENU

Você costuma conferir os valores nutricionais dos alimentos?

Entender a tabela nutricional para conhecer os alimentos que você consome é o passo inicial para uma alimentação saudável

às 12h28
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução
Compartilhe:

Entre embalagens sofisticadas e rótulos atraentes, geralmente se perdem os dados mais importantes do alimento que você ingere: os valores nutricionais. A tabela nutricional presente em alimentos industrializados reúne informações desconhecidas ou difíceis de ler que precisam ser muito bem avaliadas para que a população não acabe consumindo ingredientes com baixo valor nutricional com frequência, considerando a facilidade da alimentação se tornar habitual.

A lista de componentes nutricionais segue um padrão onde todos os dados são organizados em ordem decrescente, logo, os que existem em maior quantidade no produto ocupam o topo da tabela. Segundo especialistas, as tabelas mais enxutas, com menos componentes, geralmente são melhores no sentido nutricional.

Em qualquer alimento industrializado a composição soma gorduras, açúcares com diversos nomes diferentes e sódio, ou seja, os principais inimigos da saúde caso haja consumo regular ou em excesso. Conheça abaixo os principais informações nutricionais e sua recomendação diária:

VD (Valores Diários)

O cálculo dos valores diários segue um padrão, como os demais elementos baseados na dieta de uma pessoa com 75kg e os dados são dispostos para que o indivíduo tenha uma alimentação saudável. O percentual do Valor Diário serve para orientar o consumidor se a quantidade daquele nutriente é pequena ou grande pela porção total da embalagem.

Carboidratos

Principal fonte de energia para o corpo e cérebro, além disso auxilia a produção de ácidos nucleicos – substância presente no interior da célula. Quando em excesso, a parcela de carboidrato não utilizada é estocada em forma de gordura. O valor diário recomendado é de 300g.

Valor energético

É referente às calorias que o alimento contém, a energia produzida pelo nosso corpo proveniente dos carboidratos, proteínas e gorduras totais. O valor diário recomendado é de 2.000 Kcal ou 8.400 KJ.

Proteínas

São os principais componentes das células e tecidos do corpo humano. As proteínas são responsáveis pela imunidade, criação de anticorpos e outros processos químicos do corpo. O consumo recomendado diariamente é de 75g.

Sódio

O elemento químico está presente na corrente sanguínea e, além de auxiliar o fluxo do sangue equilibra os níveis de água do corpo, atuando no funcionamento de nervos e músculos. Caso haja excesso, pode provocar problemas como a hipertensão. O valor diário recomendado é abaixo de 2.000 mg por dia.

Gorduras Totais

Fonte de energia, as gorduras totais auxiliam na absorção das vitaminas A, D, E e K; e como o nome sugere, são referentes à soma de todas as gorduras presentes no alimento, as de origem animal e vegetais. Não deve ser consumida em excesso e o consumo não pode passar de 55g por dia.

Gorduras Saturadas

São encontradas em alimentos de origem animal. O excesso pode elevar os riscos de doenças cardiovasculares e outras disfunções. O valor diário recomendado é limitado a 22g.

Gorduras Trans

Presente em alimentos com gordura vegetal é o maior inimigo da alimentação saudável. A substância baixa os níveis do bom colesterol, o HDL. A recomendação é não ingerir em hipótese alguma esse tipo de gordura pela alta chance de desenvolver obesidade e problemas cardiovasculares.

Fibra Alimentar

Auxiliam no controle da glicemia e do colesterol, aumentam a sensação de saciedade e regulam as funções intestinais. Presentes em frutas, legumes, hortaliças, feijões e grãos. A recomendação mínima é de 25g por dia.

O equilíbrio sempre é a base de uma alimentação saudável. O bom funcionamento do corpo e a qualidade de vida dependem de uma alimentação variada, in natura, de boa procedência e qualidade, rica em nutrientes e vitaminas.

Compartilhe: