MENU

Esclerose Lateral Amiotrófica: O que é e como tratar?

Fisioterapeutas têm papel importante no tratamento dessa doença

às 17h38
Compartilhe:

No ano de 2014, um desafio viralizou na internet: o Ice Bucket Challege ou Desafio do Balde de Gelo, que consistia nas pessoas se filmarem derrubando um balde cheio de gelo e água gelada na cabeça. O movimento começou após Corey Griffin, um jovem americano de 27 anos, receber a notícia que um amigo foi diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) e decidir gravar o desafio como uma metáfora: receber o diagnóstico é como receber um balde de água fria na cabeça. As pessoas eram incentivadas a gravar os vídeos e fazer doações para instituições com pacientes da ELA.

A doença se caracteriza pela destruição gradativa e progressiva de células nervosas neurológicas e da medula espinhal, comprometendo diretamente a musculatura do corpo e levando à paralisia motora irreversível. Aos poucos, os pacientes diagnosticados deixam de fazer coisas básicas como falar e respirar, podendo ter morte precoce.

Até o momento, não se sabem as causas da doença e não há cura, mas os sintomas começam com fraqueza, atrofia e endurecimento muscular, além de tremores e câimbras. É necessário ficar alerta e procurar um profissional caso haja necessidade.

Fisioterapia – O papel dos fisioterapeutas no tratamento de pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica é de extrema importância para a melhora na qualidade de vida. Fisioterapeutas motores atuam na prevenção do encurtamento dos músculos, melhorando o equilíbrio e otimizando a força. Os fisioterapeutas respiratórios, auxiliam para casos de insuficiência respiratória. Além disso, nutricionistas, psicólogos e fonoaudiólogos também atuam no tratamento.

Compartilhe: