MENU

Cuidados com a saúde mental durante isolamento social

O isolamento social é a melhor saída diante da pandemia do coronavírus. Não deixe de cuidar da saúde mental nesse período

às 19h29
Compartilhe:

Autoridades governamentais seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde e, diariamente, anunciam novos decretos com medidas preventivas em combate à proliferação do coronavírus.

Como praticamente todas medidas limitam a circulação de pessoas em locais públicos, sejam eles fechados ou não, a interação social fica limitada ao contato virtual. Especialistas entendem que esse momento em que a sociedade mundial vive pode refletir diretamente à saúde mental, podendo desencadear sintomas leves, moderados ou até mesmo agudos.

Para a psicóloga e coordenadora do curso de Psicologia do Centro Universitário Tiradentes, Angela Nankran, a situação atual do mundo em relação a doença causada pelo coronavírus, a Covid-19, é grave mas é preciso buscar informações oficiais para saber como lidar e aprender sobre higienização, prevenção e cuidados.

Com a enxurrada de informações nas redes sociais, nessa temporada de isolamento social é importante ter cautela com seu excesso. Por isso a necessidade de filtrar as fontes em que se busca notícia e na forma em que se compartilha imagens e fatos, pois podem ser falsas ou mesmo desnecessárias.

“Estamos num cenário duplo. O da doença e da possibilidade de morte, um cenário de medo e ansiedade e de angústia. E diante disso, precisamos ressignificar a vida porque nesse momento a saúde mental das pessoas pode sofrer uma ruptura, um abalo”, explica a professora Angela Nankran.

Para ela, resiliência é a palavra-chave. E diz que “precisamos estar atentos aos nossos sentimentos e aos das pessoas a nossa volta, nesse momento. É importante criar no ambiente de isolamento um clima positivo, valorizando a vida em família que estamos tendo a possibilidade de ter”, e novas e antigas possibilidades, “através da retomada de contatos perdidos e antigas amizades, mesmo que virtualmente”

Buscar fazer coisas agradáveis também é uma estratégia para cuidar da saúde mental nesse momento, “Precisamos buscar fazer coisas agradáveis pra gente, seja assistir um filme, bordar, cozinhar, uma leitura, conversar, repensando nossos caminhos e nossos sonhos. Nada vem só para o bem e nada vem só para o mal”, reforça Angela.

Compartilhe: