MENU

Como apresentar - bem - trabalhos acadêmicos

Confira dicas para fazer uma boa apresentação

às 20h35
Compartilhe:

A hora de apresentar trabalhos acadêmicos é de nervosismo para muitos estudantes: dúvidas de como falar, o que tem que ser dito, quais os principais assuntos de abordagem e as formas de interação são perguntas que se passam na cabeça de vários alunos. Mas, afinal, como se deve fazer uma boa apresentação na faculdade? Confira dicas:

A preparação

Para fazer uma boa apresentação, seja em grupo ou de forma individual, a primeira coisa a levar em conta é a preparação. Ou seja, saber do assunto do trabalho é necessário para falar bem e ter segurança na hora de expor resultados, pesquisas e informações gerais. Estudar, ler, praticar e saber curiosidades sobre o tema são dicas importantes.

Hora da exposição: uma das melhores formas de apresentar um trabalho é através de slides – eles combinam texto e imagens, tornando a visualização mais fácil para o público. Mas cuidado: não pode abusar na quantidade de palavras e imagens- é preciso apenas colocar os tópicos e fotos principais, que se adequem ao assunto. As cores, fontes e layout também devem ser pensados, já que eles serão vistos e lidos. 

A apresentação

Na apresentação, é necessário manter uma comunicação clara e concisa, além de ter confiança. A timidez é presente entre muitos estudantes, mas sabendo o assunto e tendo em mente que o trabalho é mais um passo na formação acadêmica e profissional, tudo pode ficar melhor. Falar com tom amigável, ter boa postura, olhar para todo o público e se manter aberto para possíveis perguntas e indagações são ações importantes. 

Extra

Para quem tem fobia de falar em público e fazer apresentações – o que é muito comum entre várias pessoas, não só estudantes -, uma dica extra é fazer cursos de preparação. Muitos profissionais são especialistas em linguagens e comunicação e preparam o cliente para o discurso. A psicologia também pode ajudar, através da terapia. Discutindo sobre medo, pressão e outros sentimentos, o desenvolvimento pessoal acontece aos poucos.

Compartilhe: