MENU

Colesterol alto: o controle é fundamental para qualidade de vida

Equilibrado ajuda o bom funcionamento do organismo, em excesso oferece risco a saúde

às 20h33
Imagem: reprodução pixabay
Imagem: reprodução pixabay
Compartilhe:

Conhecido como vilão, não somente para pessoas acima do peso, o colesterol é uma gordura fundamental para o funcionamento do organismo. Ele age nos processos de produção dos hormônios sexuais e desenvolvimento do sistema nervoso central. O colesterol pode ser compreendido como tijolos que, na quantidade ideal, compõem a estruturação de membranas que formam a pele e que envolvem coração, fígado e demais órgãos do sistema digestivo.

O colesterol tem participação em processos que são fundamentais inclusive para a eliminação da própria gordura. Quase 3/4 da produção desse lipídio é produzido no fígado, todo o resto é derivado da dieta adotada pelo indivíduo.

Porém, especialistas afirmam que não é ideal consumir alimentos com alto teor de gorduras, principalmente saturadas, que podem elevar os níveis de gordura no organismo, conferindo o quadro de hipercolesterolemia. Além de quadros mais graves, como acúmulo de gordura nas artérias coronárias que, caso completamente obstruída, resulta em angina – dor no peito causada pelo baixo fluxo de sangue no coração, ou até infarto do miocárdio.

As taxas recomendados para o colesterol no sangue são:

Colesterol total – < (menor que) 190 mg/dl;

Colesterol LDL – < (menor que) 115mg/dl;

Colesterol HDL – > (maior que) 40 mg/dl para homens e >45 mg/dl para mulheres mulheres.

HDL: o colesterol bom, uma lipoproteína de alta densidade que auxilia o fígado a excluir o composto gorduroso das artérias.

LDL: colesterol ruim, responsável pelo acúmulo de gordura na parede das artérias caso exista em grande quantidade no sangue.

VLDL: colesterol de densidade muito baixa, considerado também ruim e prejudicial à saúde.

Como prevenir

Os especialistas orientam que uma dieta regulada, rica em frutas e verduras frescas, fibras e oleaginosos, com o menor número possível de alimentos processados, e de preferência substituindo frituras, por carnes brancas grelhadas; mas não só isso, a dieta deve ser conciliada com a prática de atividades físicas pelo menos 3 vezes na semana, hábito que ajuda a dispersão de gordura acumulada e favorece o emagrecimento.

Compartilhe: