MENU

Beijinho: você conhece a história do doce?

Apesar da fama no Brasil, o beijinho surgiu nos conventos de Portugal

às 12h17
Compartilhe:

Doce, doce, doce, a vida é um doce… Quem nunca ouviu esse trechinho e imaginou automaticamente um brigadeiro ou um beijinho? Que esses docinhos, tradicionalmente consumidos em festas de aniversário, são deliciosos a gente já sabe, mas como será que eles surgiram? Vamos te contar a história do beijinho de côco.

Apesar da fama no Brasil, o doce é originário dos conventos de Portugal e, a princípio, a receita levava amêndoas e uma calda de açúcar. Ele chegou ao Brasil durante o período de colonização, junto com a família real portuguesa e, como o coco era uma fruta abundante aqui, foi incluído ralado na receita, no lugar das amêndoas, mudando o nome para beijo de coco. Além disso, na calda de açúcar, foi acrescentado o leite.

Tempos depois, em meados do século XX, o doce ganha mais uma adaptação: leite condensado, assim como outros doces da época. O cravo também foi adicionado e o beijinho, já com este nome, se espalhou por todo o país e continua sendo um dos mais tradicionais até hoje.

Compartilhe: