MENU

9 filmes para entender a área da Saúde

Para você que ama o campo da Saúde e sonha em estudar e trabalhar nesse meio, separamos algumas obras do cinema que mostram o dia-a-dia e os dilemas da carreira

às 11h56
Compartilhe:

*Do Guia do Estudante

Nada melhor do que entender um pouco mais sobre as profissões que nos interessam através de filmes, certo? Para você que ama o campo da Saúde e sonha em estudar e trabalhar nesse meio, separamos algumas obras do cinema que mostram o dia-a-dia e os dilemas da carreira. Confira!

01/ Mar Adentro (2004)

O filme traz à tona um debate antigo da Medicina: permitir ou proibir a eutanásia? Ramón Sampedro, um marinheiro espanhol que ficou tetraplégico em um acidente na juventude, é o personagem principal da trama. Por 28 anos, ele luta judicialmente pelo direito de decidir morrer.

02/ Para Sempre Alice (2014)

Premiada com o Oscar de Melhor Atriz em 2015, Julianne Moore interpreta Alice Howland, uma importante professora e pesquisadora de linguística de Nova Iorque. Ao notar que está se esquecendo de algumas palavras e se perder ao voltar para casa, Alice – que sempre teve memória infalível – descobre que está com Alzheimer e tem que aprender a conviver com a doença degenerativa.

03/ Quase Deuses (2004)

Quase Deuses retrata a história do marceneiro negro Vivian Thomas durante a época da Grande Depressão de 1929. Com a crise, Thomas perdeu todo o dinheiro que juntou para pagar a faculdade de Medicina e se tornou faxineiro do Dr. Alfred Bablock, cardiologista e cirurgião chefe da Universidade Johns Hopkins. O médico viu em Thomas um jovem inteligente e decidiu transformá-lo em seu assistente. Juntos, eles desenvolveram um método para operar recém-nascidos com problemas no coração.

04/ O Óleo de Lorenzo (1992)

O filme conta a história real do garoto Lorenzo, que, aos seis anos, começou a apresentar sinais de uma doença rara e degenerativa (adrenoleucodistrofia, ou ALD), que provocava a morte em até dois anos. Inconformados com o diagnóstico clínico, seus pais tiveram a iniciativa de pesquisar sozinhos por alternativas e medicamentos que pudessem impedir ou retardar o avanço da patologia.

05/ Patch Adams – O Amor é Contagioso (1998)

Patch Adams é um clássico para quem quer seguir na área da saúde! Após uma tentativa de suicídio e uma internação voluntária em sanatório, Hunter Adams, interpretado por Robin Williams, estuda para se tornar médico e adota uma metodologia diferente no tratamento de enfermos. Ele aplica princípios da medicina humanizada, tendo como princípios levar humor, carinho e alegria aos pacientes.

06/ O Escafandro e a Borboleta (2007)

Mais um filme que retrata uma trama verdadeira. O Escafandro e a Borboleta conta as mudanças na vida de Jean-Dominique Bauby, editor da revista Elle, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). O derrame fez com que Bauby ficasse com o corpo completamente paralisado, com exceção de seu olho esquerdo. Após o incidente, sua única forma de se comunicar é através de piscadas.

07/ O Físico (2013)

O Físico se passa na Inglaterra do século 11, cenário em que a Inquisição da Igreja Católica estava a todo vapor. Nele, o jovem inglês Rob Cole viaja até a Pérsia para se tornar aprendiz de um dos principais médicos da época: Ibn Sina. A empreitada, no entanto, não é das mais fáceis, já que Cole precisa esconder o fato de ser cristão para conseguir entrar na região em que só árabes e judeus têm acesso.

08/ Meu Pé Esquerdo (1989)

O drama biográfico dirigido por Jim Sheridan retrata a vida do escritor e artista plástico irlandês Christy Brown. Nascido com paralisia cerebral, Brown desenvolve uma técnica para pintar e escrever pelo único membro que ainda pode controlar os movimentos: seu pé esquerdo.

09/ Uma Mente Brilhante (2001)

O matemático John Nash, da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, era uma pessoa inteligentíssima e pouco sociável que desenvolveu um teorema de importância mundial aos 21 anos. Inspirado na história verídica de Nash, o filme Uma Mente Brilhante conta como o aclamado pesquisador se descobre esquizofrênico e aprende a lidar com a doença até o fim de sua vida. Mesmo com os obstáculos, em 1994, ele recebe o prêmio Nobel de Economia, por contribuir pela Teoria dos Jogos.

 

Compartilhe: