MENU

Um dia de alerta para os acidentes de trabalho

Dia 27 de julho é uma data para conscientizar empresas e trabalhadores quanto à prevenção diária e a importância de garantir ambientes saudáveis e seguros

às 15h05
Compartilhe:

Em muitos setores produtivos, os profissionais estão sujeitos a diversos riscos, seja no ambiente de serviço ou no trajeto entre a residência e o local de trabalho. Esses acidentes podem provocar lesões corporais ou algum tipo de perturbação funcional, originando problemas que atinjam a capacidade do profissional em desenvolver o trabalho. Além das lesões físicas, doenças ocupacionais de todos os tipos (físicas e psicológicas) podem ser incluídas nessa esfera. E a maioria dos acidentes ocorre por falta de medidas de proteção. Por isso, é indispensável o uso de equipamentos de segurança, a periódica realização de exames médicos e medidas preventivas.

Segundo a Justiça do Trabalho, em 2018, no Brasil, a cada minuto que passa, um trabalhador sofre um acidente enquanto desempenha as funções para as quais foi contratado. Ainda segundo a fonte, a Previdência Social registrou 576.951 acidentes de trabalho, mas essa marca abrange apenas os empregados com carteira assinada, já que a definição legal de acidente de trabalho se restringe a ocorrências que envolvem os segurados do Regime Geral de Previdência Social.

Um estudo realizado pela Fundacentro – fundação ligada ao Ministério da Economia especializada na pesquisa sobre questões de segurança do trabalho – estima que, se forem considerados os trabalhadores informais e os autônomos, esse número pode ser até sete vezes maior, se aproximando de 4 milhões de acidentados todos os anos. Para alertar empresas e trabalhadores quanto à incidência e cuidados, é comemorado hoje, dia 27 de julho, no Brasil, o Dia Nacional da Prevenção de Acidentes no Trabalho.

Home office

Devido ao atual contexto pandêmico que o mundo está inserido, foi adotado o (até então, não familiarizado no Brasil) modelo trabalhista home office (ou escritório em casa). Essa forma de trabalho remoto permite ao colaborador trabalhar de qualquer lugar, ou seja, o mesmo não precisa deslocar-se ao ambiente da empresa para exercer sua função. No entanto, caso aconteça alguma casualidade relacionada ao trabalho, mesmo que seja em casa, pode ser considerado um acidente de trabalho.

“O home office ainda é um modelo de trabalho recente, no qual fomos obrigados a nos adaptar. Infelizmente, acidentes acontecem o tempo todo e o que pode ser considerado acidente de trabalho é o colaborador se lesionar em decorrência da prestação de serviço, ao não se utilizar de equipamentos ergométricos necessários para postura correta nas horas em que passa na frente do notebook ou computador realizando as atividades remotas”, explica Priscila Luiza, que integra a Medicina do Trabalho da UNIT-PE.

Segundo ela, são necessários cuidados protetivos com profissionais de todos os setores trabalhistas: seja numa padaria, indústria, escola ou hospital. Priscila destaca algumas medidas que ajudam a prevenir e garantir ambientes saudáveis e seguros: a conscientização dos colaboradores diante da necessidade da utilização de equipamentos de proteção, os treinamentos regulares de segurança e incêndio, a sinalização de perigo adequada e a disponibilidade de ferramentas necessárias para o trabalho.

Compartilhe: