MENU

Novembro Roxo: mês de alerta à prematuridade

Mais de 300 mil bebês nascem prematuros anualmente, no Brasil

às 13h17
Compartilhe:

No Brasil, todos os anos, mais de 300 mil bebês nascem prematuros, ou seja, com menos de 37 semanas de gestação. A prematuridade é uma das principais causas de mortalidade infantil antes dos 5 anos de idade, por isso, é tão importante disseminar o tema. No mês de novembro, além da cor azul, que simboliza a importância da conscientização sobre o câncer de próstata, também é encontrado o roxo, responsável por simbolizar a conscientização sobre partos prematuros.

No dia 17 de novembro é comemorado o Dia Mundial da Prematuridade. A data foi escolhida com base em um caso real: um dos fundadores da EFCNI (Fundação Europeia para o Cuidado do Recém-nascido), perdeu seus bebês trigêmeos, que nasceram de forma prematura em 2006. Dois anos depois, em 17 de novembro de 2008, ele se tornou pai novamente. O Novembro Roxo é uma campanha mundial, que busca conscientizar a população sobre as causas e consequências da prematuridade. A cor foi escolhida como uma maneira de representar a sensibilidade e individualidade que cada bebê prematuro possui.

Um bebê que nasce antes do tempo, pode ter diversas complicações, por exemplo, nos pulmões, no sistema imunológico, na visão, no aparelho digestivo e no fígado – quanto menor o tempo de gestação, mais vulnerável o bebê se torna. No ano de 2022, o tema da campanha é “Garanta o contato pele a pele com os pais desde o momento do nascimento” e objetiva chamar atenção de familiares, políticos, gestores públicos e influenciadores, mais uma vez, de forma mundial através da distribuição de materiais, caminhadas, disseminação de informação e mobilizações para, assim, trazer reflexão e conhecimento sobre o assunto.

Compartilhe: