MENU

Inadimplência atinge 63 milhões de brasileiros, segundo pesquisa

SPC Brasil fez levantamento de negativados

às 14h40
Compartilhe:

Um levantamento do SPC Brasil e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostrou que a inadimplência cresceu 8,70% no intervalo de um ano, atingindo a porcentagem de 39,17%. De acordo com a pesquisa, no Brasil, quatro em cada dez adultos estão negativados – em julho deste ano, 63,27 milhões de pessoas estão com dívidas atrasadas, o pior resultado em oito anos.

A pesquisa ainda disse que o número de endividados cresceu quase 1% em um único mês – os inadimplentes, segundo o SPC, são em sua maioria mulheres e pessoas da faixa etária de 30 a 39 anos. 

Ao todo, 50,84% dos 63 milhões de inadimplentes no Brasil são mulheres, e 24,03% adultos na faixa média de idade. Além disso, 20,97% são brasileiros entre 40 e 49 anos, enquanto 19,77% têm entre 50 e 59 anos.

Em relação ao valor do montante que estes brasileiros estão devendo, em média, cada inadimplente deve 3.638 reais, somando todas as dívidas. Os débitos se referem a créditos negativos com 1,93 empresas. 

As dívidas são concentradas no setor bancário, representando mais de 60% do crédito negativo do Brasil – é um crescimento 30,19% maior do que era no mesmo período do ano passado. A segunda área de maior inadimplência é o comércio, reunindo 13,23%. 

Compartilhe: