MENU

Ida à praia precisa de dupla proteção: máscaras e protetor solar

Especialistas chamam atenção para a prevenção ao coronavírus e os cuidados normais de uma ida à praia

às 18h15
Compartilhe:

Com a reabertura das praias do Recife e Região Metropolitana incluindo o banho de mar e a permanência na faixa de areia liberados, muitas pessoas estão ansiosas por relaxar um pouco na praia. Em especial, as famílias com crianças, mas para isso precisam tomar cuidado com a prevenção ao coronavírus tanto quanto os cuidados da proteção solar.

O decreto governamental orienta que nesta fase amarela o uso de máscara continua obrigatório, e a biomédica Evelyne Solidonio, professora e coordenadora do curso de Biomedicina do Centro Universitário Tiradentes – Unit PE, chama atenção para o bom senso neste momento em que ainda atravessamos uma pandemia.

“É importante manter o uso da máscara durante todo tempo que a pessoa estiver fora da água e é importante, dependendo do tempo de permanecia, levar pelo menos duas máscaras para troca. Além disso, levar sempre um saco para descarte da máscara suja e a limpa também ficar num saquinho à parte separado. É importante também manter o distanciamento e evitar aglomeração com os grupo de pessoas que não tenham ido com você àquele ambiente.”, Evelyne ainda complementa que não existe potencialização de transmissão através da água, “por se tratar de um universo grande de água, o vírus vai meio que vai se diluir naquela água e não há risco de contaminação com a água. Mas as pessoas não podem fazer aglomeração dentro da água junto com outras pessoas que não sejam do seu grupo familiar e já estejam convivendo dentro do isolamento social com elas”.

Antes de entrar no mar, a máscara deve ser retirada com cuidado do rosto e guardada em uma bolsa ou sacola plástica, caso ainda seja possível utilizá-la novamente. É recomendado que as máscaras de tecido sejam trocadas a cada três horas e, diante da areia e até a impossibilidade de completa higienização, a biomédica orienta que sejam levadas outras máscaras para a saída do passeio, também em embalagem limpa e fechada.

E tudo isso sem descuidar de algumas recomendações mais habituais de uma ida à praia, como alerta também a fisioterapeuta e esteticista Ivanacha Carneiro, coordenadora do curso de Fisioterapia e Estética e Cosmética da Unit-PE. Segundo Ivanacha “é importante destacar a aplicação do filtro solar com ampla proteção, de duas em duas horas. Para ajudar na prevenção de manchas e ressecamento da pele, deve-se fazer uso diário de cosméticos à base de ácido hialurônico, vitamina C, vitamina E, hidratantes à base de glicerina, óleos vegetais e manteiga de karité”.

Cuidado com o álcool em gel

Apesar de ser um grande aliado da assepsia, é preciso ter cuidado com o uso do álcool em gel durante a exposição direta e prolongada ao sol, afinal de contas, trata-se de um produto inflamável e não deve ser exposto a altas temperaturas.

“Mesmo sendo necessário manter a higienização das mãos de forma frequente, é essencial destacar que o uso do álcool a 70% promove a remoção da camada de gordura da pele, expondo a parte superficial ao ressecamento, descamação, e até lesões. Mediante a liberação de acesso de diversos locais, pessoas que frequentam ambientes de praia, seja para banho, prática de atividades esportivas, recreativas, dentre outras, necessitarão de cuidados redobrados, uma vez que tal exposição mais intensa aos raios solares facilita o desenvolvimento de queimaduras e manchas, mais facilmente.”, concluiu Ivanacha Carneiro, informando que seu uso deve ser apenas de forma pontual, para higienização das mãos e todos os produtos citados acima para cuidados com a pele podem ser associados à esse cuidado em caso de possíveis queimaduras.

Decreto de Reabertura
Seguindo as orientações do decreto, a orla de Recife está reaberta para atividades físicas individuais como caminhada, corrida e ciclismo, de forma individualizada e com uso de máscaras, respeitando distanciamento. Segue proibido o contato social antes, durante ou depois das atividades físicas e esportivas, assim como qualquer aglomeração.

O banho de mar foi recentemente autorizado e agora a faixa arenosa pode ser usada, preferencialmente de forma individualizada. A utilização de parques infantis, brinquedos, campos e quadras, aparelhos de ginástica, academias ao ar livre e demais equipamentos e mobiliários de uso coletivo segue proibida.

Os quiosques estão autorizados a funcionar em horário reduzido, mas as barracas e cadeiras da faixa de área seguem proibidas. Além disso, o passeio com animais domésticos ou de estimação pode ser realizado e segue liberado também o estacionamento de veículos nos espaços públicos permitidos e sinalizados.

Compartilhe: