MENU

Especialização em Estética e Cosmetologia é opção de qualificação

Investimento em uma especialização de qualidade assegura domínio de técnicas essenciais para quem quer destaque no mercado.

às 14h21
A área de estética e cosmética tem as novas tecnologias como forte aliada e uma forte concorrência altamente especializada e treinada (Getty Images)
A área de estética e cosmética tem as novas tecnologias como forte aliada e uma forte concorrência altamente especializada e treinada (Getty Images)
Compartilhe:

A busca por qualidade de vida e o surgimento de novas tecnologias são grandes aliados para quem quer investir em especialização em Estética e Cosmetologia e se destacar no mercado. 

O objetivo é formar profissionais especializados para atuar na prevenção, acompanhamento e tratamento das disfunções estéticas faciais e corporais, através da competência adquirida por meio de conhecimentos científicos e específicos, autônomos, éticos, instrumentalizados com métodos, técnicas e recursos que possibilitem uma atuação condigna e habilidosa nas suas funções na área de Cosmetologia e Estética. O conteúdo contempla métodos, técnicas e recursos que envolvem, sobretudo aspectos estéticos faciais e corporais.

“Para atuar na profissão, o esteticista deve fazer cursos técnicos, tecnólogos ou superiores oferecidos e reconhecidos pelo Ministério da Educação. O curso oferece matérias que envolvem estética, anatomia, bioética, cosmetologia, economia, administração, biologia, química, nutrição, psicologia e marketing”, destaca Andréa Vasconcelos, professora do curso de Estética e Cosmética da Universidade Tiradentes (Unit Sergipe).

De acordo com a professora, ter uma boa formação também garante a orientação necessária para que o aluno empreenda, e assim, monte uma estrutura, um espaço para ofertar seus serviços. “Na hora de montar o espaço de atendimento, é interessante pensar no conforto que será oferecido aos clientes. A orientação é que o estabelecimento tenha recepção, sala de espera, espaços comuns de atendimento e também gabinetes ou salas individuais”, orienta.

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: