MENU

Egressa de Enfermagem publica TCC em revista científica

Fátima de Oliveira teve seu TCC aceito na Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste – Rene, (Qualis Capes B2) periódico científico da Universidade Federal do Ceará - UFC

às 12h55
Com o título “Percepção de estudantes sobre o exame físico na prática clínica do enfermeiro”, sob a orientação do prof. Waldemar Brandão Neto, a egressa analisou como estudantes percebem profissionais em suas práticas clínicas relacionadas a exames físicos em pacientes.
Fátima Oliveira - Tenho ideias de novos trabalhos na área qualitativa
Fátima Oliveira - Tenho ideias de novos trabalhos na área qualitativa
Compartilhe:

Após cinco anos de noites mal dormidas e intensa dedicação aos estudos, a egressa em Enfermagem, pela UNIT, Fátima de Oliveira, realizou o sonho de formar-se na profissão que escolheu e iniciar sua jornada profissional.

Como tantos outros que disputam um “lugar ao sol”, a enfermeira nunca deixou que dificuldades tirassem seu foco. Ao contrário, degrau a degrau, e sempre buscando adquirir conhecimentos, ela cresceu na carreira e hoje atua como intensivista na UTI da maior unidade de saúde de Pernambuco, o Hospital da Restauração-HR.

Sem dúvidas o caminho não foi fácil, mas os louros dos tempos de faculdade começam a chegar. Mesmo tendo encerrado a graduação no final de 2013, Fátima de Oliveira teve neste ano, seu TCC aceito na Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste – Rene, (Qualis Capes B2) periódico científico da Universidade Federal do Ceará – UFC.

Com o título “Percepção de estudantes sobre o exame físico na prática clínica do enfermeiro”, sob a orientação do prof. Waldemar Brandão Neto, a egressa analisou como estudantes percebem profissionais em suas práticas clínicas relacionadas a exames físicos em pacientes.

“Avaliei conhecimentos apresentados em relação à anatomia, materiais necessários para os procedimentos, a maneira correta de realizar o exame, a frequência, e o mais importante, a interação paciente-enfermeiro”, explicou.

Segundo a egressa, também foi alvo de investigação, a aplicação da teoria na atuação prática. “Vi como é importante ter segurança na realização de procedimentos, e a preparação é essencial para não cometer erros. Por isso, os professores devem ter consciência de atualizarem-se sempre, sendo fontes de informação precisas na formação de futuros profissionais”, salientou Fátima.

E como conhecimento nunca é demais, após três anos de atuação, Fátima de Oliveira terminou no final de 2015, sua primeira pós-graduação em Oncologia e Hematologia e revele ter vontade de crescer ainda mais. “Tenho muita vontade e ideias de novos trabalhos na área qualitativa, em prol de sempre aperfeiçoar os resultados do setor em uma visão gerencial”, finalizou.

ENFERMAGEM1

Compartilhe: