MENU

Como conciliar trabalho e faculdade

Veja dicas para obter aproveitamento nas duas atividades

às 17h51
Compartilhe:

Muitos estudantes têm uma rotina cheia e corrida sendo dividida entre trabalho e faculdade. Com isso, alguns desafios podem acontecer nesses dois ambientes, como uma prova que deixa de ser estudada por falta de tempo ou cansaço no emprego. Mas existe a possibilidade de conciliar sim ambas as atividades, sem deixar prejuízo. 

Existem estudantes que trabalham para pagar a própria faculdade, ou que estão na segunda graduação e já tinham um emprego anterior. Casos de ajuda na renda familiar também acontecem. Ou seja, ter um trabalho é muito comum na vida dos alunos. O que não pode acontecer é deixar a faculdade ser prejudicada: matérias acumuladas, faltas e exercícios não feitos podem ser exemplos dessas consequências.

Já a faculdade é local da graduação, em que alguns hábitos são necessários, como comparecer às aulas, estudar para as provas, fazer exercícios e dedicar tempo ao aprendizado das matérias. Por isso, a rotina de um acadêmico do ensino superior é completa e com compromissos. 

Dicas – Para conciliar trabalho e estudo, algumas ações podem ser tomadas – elas vão melhorar a rotina, com aproveitamento nos dois ambientes. Dividir horários é uma das principais tarefas necessárias: calcular tempo de trabalho, faculdade, deslocamento e estudo é essencial para organizar bem as atividades do dia-a-dia, reservando cada hora para um dos compromissos. 

Não deixar os estudos de lado também é muito importante: dedicar um tempo em que se está em casa, ou até em momentos de intervalo, para a realização de exercícios passados pelo professor, estudar para uma prova e repassar um assunto visto em sala de aula se tornam ações necessárias – e eles podem ser feitos também em finais de semana, ou em 1h por dia. 

Ter o auxílio da tecnologia sempre vai bem: usar plataformas de estudo e aplicativos de agenda e organização podem auxiliar na hora de dividir atividades, seja no trabalho ou na faculdade. 

Saúde – A prioridade é a saúde mental e física: beber água, se alimentar bem, ter uma boa noite de sono e fazer check-ups no médico regularmente são ações básicas e que devem ser respeitadas. E não esquecer: é preciso saber respeitar o bem-estar e o limite individual. 

Compartilhe: