MENU

Comissão elabora processos seletivos de instituições do Grupo Tiradentes

Conheça a Comissão Permanente de Processos Seletivos, que organiza e executa os processos de ingresso para estudantes nas instituições da companhia

às 23h45
Compartilhe:

Ofertar um ensino de qualidade sempre foi prioridade em todas as unidades que compõem o Grupo Tiradentes. É tanto que ele dispõe de um setor para planejar, organizar e executar os processos seletivos para ingresso dos estudantes nos cursos de graduação e pós-graduação. É a Comissão Permanente de Processos Seletivos (Compese), formada por quatro membros vinculados diretamente à vice-presidência do Grupo e atua de forma totalmente corporativa, em cada uma das instituições que fazem parte da companhia.

O setor é responsável por todos os processos para a entrada na Universidade Tiradentes (Unit Sergipe), nos Centros Universitários Tiradentes (Unit Alagoas e Unit Pernambuco) e nas Faculdades Tiradentes (Fits Jaboatão e Fits Goiana), entre outras unidades do Grupo. Isso inclui a graduação, com o vestibular, nota do Enem, transferência externa e interna, entrada de aluno portador de diploma, reabertura de matrícula, a concessão de bolsas para o curso de medicina e as pós-graduações. 

Criada para atuar desde o início da construção do processo seletivo, a Compese trabalha na criação dos editais e na elaboração das provas, depois pelo supervisionamento do cumprimento de todas as etapas até chegar à divulgação do resultado final. Na pós-graduação, não há processo seletivo, mas a atividade da Comissão é realizada por meio dos sites nas unidades, para a captação de novos alunos nas áreas em que o Grupo tem cursos. Inclusive, quando há inscrições para o Tiradentes Institute. Outro processo seletivo trabalhado pelo Compese é o de provas on-line, que podem ser feitas em qualquer momento, bastando que o candidato realize a inscrição.

José Alves é o coordenador da Compese e relata como é feita a interação com os diversos setores da instituição, além das Pró-Reitorias de cada instituição. “A partir do momento que lançamos o processo seletivo, fazemos o comunicado às demais coordenadorias e diretorias, a exemplo da Comunicação, para que o material de divulgação seja preparado; e do setor de TI, para preparar o sistema para a seleção, com matrícula, quantidade de vagas e cursos ofertados. Também tratamos com o DAAF [Departamento Acadêmico, Administrativo e Financeiro], para a preparação dos contratos de matrícula; e o Jurídico, para ver se está em conformidade com a legislação vigente”, enumera.

Os candidatos que pretendem entrar com as notas do Ensino Nacional do Ensino Médio (Enem) também passam pelo processo da Compese, mesmo sem a elaboração de uma avaliação prévia para o ingresso. “O critério avaliativo para a seleção é a nota do Enem, o que torna o processo mais rápido e satisfatório, porque o resultado do candidato sai no mesmo momento que ele faz a inscrição e isso facilita sua vida sabendo imediatamente se foi ou não aprovado”, afirma o coordenador. 

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: