MENU

Animais e rinite: qual a relação?

Ter um bichinho em casa pode causar reações alérgicas

às 12h56
Compartilhe:

Ter um animal de estimação pode ser sinônimo de várias coisas boas, como ter uma companhia, carinho, amor e dedicação. Mas, ao mesmo tempo, eles podem ser causadores de reações alérgicas, inclusive de rinite. Como é essa relação?

Os animais de estimação que mais são propensos a causar alergias são os cachorros e gatos – no pelo , saliva, pele e secreções deles podem conter alérgenos que ficam em diversas partes da casa em forma de partículas microscópicas, invisíveis a olho nu. 

Estes alérgenos podem causar reações, como rinite e asma, além de outras doenças alérgicas respiratórias, já que eles ficam espalhados pela casa, no tapete, cama, mesa e chão, se espalhando pelo ar. E não são apenas cães e gatos que podem causar alergias, mas também vários outros animais, como cavalos, roedores, coelhos e pássaros. 

Ao contrário do que muitos pensam, a maioria das pessoas não é alérgica ao pelo dos animais, mas sim, aos alérgenos, que são as descamações da pele e aparecem em grande quantidade na urina e na saliva dos bichos. 

E, ao menor contato com estes alérgenos, começam os sintomas: espirros frequentes, obstrução nasal, coriza, coceira no nariz e tosse. Quando se é alérgico e tem um animal de estimação, é preciso mantê-lo longe do quarto de quem tem a reação, bem como em locais onde o paciente costuma ficar, como sofá e cadeira específica. 

A pessoa também deve aspirar a casa com frequência, lavar o espaço e objetos do animal, como cama e brinquedos, toda semana; escovar o animal fora de casa e sempre tomar as medicações recomendadas pelo médico. E vacinas de alergia vêm se mostrando eficazes – com eficácia de 80% em casos de rinite alérgica e asma.

Compartilhe: