V E S T I B U L A R 2019.1

Construir a infraestrutura para o desenvolvimento da sociedade é um trabalho que vai além dos números e cálculos. Ser engenheiro civil é controlar forças, calcular efeitos dos ventos, avaliar as mudanças de temperatura e a resistência dos materiais, garantindo a segurança da obra e promovendo o bem-estar das pessoas.

O Engenheiro Civil é o responsável pela elaboração de projetos e cálculos relativos a construções de edificações, pontes e grandes estruturas.

 

Nossos Diferenciais

Mercado de Trabalho

O crescimento do mercado de imóveis é constante. Ainda assim, o déficit habitacional está estimado em 6 milhões de moradias. Projetos do Governo Federal como o Minha Casa, Minha Vida e o Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, bem como a política de crédito imobiliário são fatos que ratificam a ascensão do mercado de trabalho para o engenheiro civil. Tanto o setor público quanto o privado apresentam oportunidades de trabalho. Construtoras, escritórios de projeto de edificações, consultorias e assessorias são espaços de mercado para a sua atuação.

Ao estudar na UNIT, desde os primeiros semestres já é possível ir acumulando experiências por meio de estágios remunerados, com bolsas entre R$ 400 e R$ 724, ofertados pela própria instituição e empresas conveniadas, através do UNIT Carreiras. Ao concluir a graduação os salários iniciais superam aos R$ 4.000. Ao longo da carreira a média salarial ultrapassa os R$ 14.000.

Estudar na Unit é estar à frente do seu tempo e almejar um futuro de muitas conquistas.

Área de Atuação

Projetar os cenários do mundo moderno, através de estruturas que viabilizam conforto e qualidade de vida é um trabalho que requer muitos cálculos e estudos. O engenheiro civil trabalha na concepção, planejamento e execução da infraestrutura necessária ao desenvolvimento da sociedade. Edifícios, pontes, túneis, indústrias, portos, barragens, estradas e sistemas de saneamento são projetos que requisitam a atuação do engenheiro civil, e os canteiros de obra farão parte do seu cotidiano.

A formação profissional na UNIT viabiliza ainda a atuação em diversas áreas, desde o gerenciamento de obras até a proposição de métodos e técnicas construtivas mais eficientes, considerando a preservação do ambiente natural. Você poderá também seguir a carreira acadêmica, já pensou em ser pesquisador ou professor? A área é vasta e a escolha é sua!

  • Concepção, planejamento e execução da infraestrutura necessária ao desenvolvimento da sociedade;
  • Edifícios, pontes, túneis, indústrias, portos, barragens, estradas e sistemas de saneamento;
  • Proposição de métodos e técnicas construtivas;
  • Pesquisador;
  • Professor.

Informações

Francisco Arnaldo de OIiveira Rufino, Francisco Arnaldo Rufino Possui Formação Técnica em Eletrônica e Telecomunicações pela Escola Técnica Federal de Pernambuco (1983), Graduação em Engenharia Elétrica - com ênfase em Eletrônica e Telecomunicações, pela Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco - POLI - UPE (1986), Mestrado e Doutorado em Engenharia Mecânica com ênfase em Automação e Controle de Sistemas (Mecatrônica), pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB (2003 e 2008 respectivamente). Atualmente é Professor Adjunto III - E do Departamento de Engenharia Elétrica - DEE da Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco - POLI - UPE, onde atua desde 1989, ministrando aulas teóricas e práticas de Eletrônica e Mecatrônica. Atua também como Coordenador de Engenharias e Docente de Ensino Superior na UNIT- UNIT - Universidade Tiradentes e como Docente de Ensino Superior na Faculdade de Tecnologia SENAI - PE. Tem experiência Industrial nas áreas de Engenharia Elétrica, Eletrônica e Desenvolvimento de Equipamentos Eletrônicos Industriais, atuando principalmente nos seguintes temas: Automação e Controle Industrial, Robótica, Visão Artificial e Mecatrônica. Dedica-se atualmente a ministrar aulas teóricas e práticas de eletrônica e a projetar e construir Robôs Móveis Autônomos com Controle Inteligente para aplicações diversas. VOLUNTARIADO: Atuei de 1980 a 1984 como Estudante Voluntário nos Laboratórios de Física, de Eletrotécnica e de Eletrônica da POLI, auxiliando os Professores na preparação de Aulas Práticas, na Manutenção dos Equipamentos de Laboratório e na Montagem dos Experimentos para as Aulas Práticas. CONTRIBUIÇÃO RELEVANTE PARA A UPE: Em atendimento à CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/CT-PETRO - REDES TEMÁTICAS - 01/2009 - LINHA 2, Eu e Outros Colegas da UPE e da UFPE encaminhamos um Projeto de Pesquisa que foi APROVADO em Dezembro de 2010. Utilizando parte dos recursos liberados, construímos o LABORATÓRIO DE MECÂNICA COMPUTACIONAL DA POLI, que foi inaugurado em Dezembro de 2014. O Laboratório é utilizado para dar suporte aos Professores e Estudantes da POLI, no desenvolvimento de Pesquisas e Inovações Tecnológicas.

Docente
Titulação Ingresso Regime Disciplinas Lattes
Adriana Maria Fereira Coutinho Mestre 02/08/2010 Parcial
Adriana Maria Monteiro Passos Mestre 09/02/2015 Parcial
Alexsandro Roberto Clemente da Silva Mestre 10/08/2015 Horista
Alicely Araujo Correia Doutor 03/09/2012 Horista
Enjolras de Albuquerque Medeiros Lima Doutor 01/02/2016 Horista
Jairo Dias Bezerra Doutor 11/02/2016 Horista
João Ribeiro de Carvalho Mestre 01/02/2016 Horista
João Ricardo Pereira da Silva Mestre Horista
Jonas da Silva Bezerra Mestre Horista
Liliane Lima Sampaio Mestre 01/03/2016 Horista
Marco Vicente da Costa Especialista 01/02/2010 Horista
Maria Luiza Maciel Mendes Doutor 02/02/2009 Horista
Newton Antonio Araujo Xavier Especialista 09/02/2015 Horista
Pedro Paulo Procopio de Oliveira Santos Doutor Integral
Ricardo Santos de Amorim Mestre 02/03/2015 Horista

Objetivo Geral

Propiciar ao futuro Bacharel em Engenharia Civil, as condições necessárias para uma sólida formação, com conhecimento teórico e prático, desenvolvimento do senso crítico, responsabilidade socioambiental, que seja reflexivo e humanista, capacitado com visão generalista e apto a elaborar, executar e analisar projetos técnicos e científicos na área de engenharia civil, acompanhando suas evoluções tecnológicas e contribuindo para o desenvolvimento social da região.

Objetivos específicos

  • Propiciar ao aluno de engenharia uma visão generalista e específica, relativa aos conceitos importantes para a profissão.
  • Compreender o mercado de trabalho e a importância da ética profissional;
  • Ampliar a capacidade de interação interpessoal;
  • Desenvolver habilidades de comunicação, análise e síntese oral e escrita.
  • Reconhecer e justificar a importância dos eixos de atuação de sua profissão, levando em consideração o comportamento profissional e ético do cidadão;
  • Estimular habilidades de organização intelectual e de planejamento do tempo de estudo.
  • Proporcionar ao aluno a compreensão de conceitos básicos necessários para concentrar vários aspectos da construção civil, fornecendo subsídios dos conhecimentos técnicos necessários para interligar todos os eixos que compõem o eixo profissionalizante.
  • Promover o embasamento teórico-prático necessário para o entendimento do comportamento físico-mecânico dos solos durante o ato de projetar e executar obras, auxiliando os eixos de estrutura e transportes.
  • Capacitar o discente para a elaboração e análise de projetos de estruturas, dando ênfase a economia e segurança na organização dos elementos que compõe as estruturas, seguindo os princípios normativos que regem essa área de atuação.
  • Habilitar o egresso a compreender a dinâmica dos recursos hídricos para a captação, tratamento, fornecimento, utilização e disposição final, levando em consideração os aspectos ambientais e de sustentabilidade na execução das tarefas.
  • Fornecer os conhecimentos técnicos para a elaboração e execução de projetos topográficos, de terraplenagem e pavimentação de estradas, integrando-os aos demais eixos.